Últimas Notícias
Brasil

Praias de Salinas terão ondas com mais de 5,3 metros nesta sexta-feira (15)

O terceiro final de semana das férias de julho já está batendo na porta. E quem vai curtir a agitação e as praias de Salinas, no nordeste do estado, deve ficar atento para os horários da Tábua de Marés, que é a tabela com os dados referentes a movimentação da maré ao longo do dia.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, nesta sexta-feira (15), será a maré mais alta do final de semana, prevista para atingir 5,3 metros de altura (Márcio Nagano/ O Liberal)

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, nesta sexta-feira (15), às 8h41 será a maré mais alta do final de semana, prevista para atingir 5,3 metros de altura.

Tábua de marés

Sexta (15)

2h54 - maré baixa

8h41 - maré alta

15h21 - maré baixa

21h11 - maré alta

Sábado (16)

3h39 - maré baixa

9h28 - maré alta

16h02 - maré baixa

21h56 - maré alta

Domingo (17)

4h17 - maré baixa

10h08 - maré alta

16h:43 - maré baixa

22:16 - maré alta

 Cuidados redobrados

Como as variações das marés deste final de semana estão muito fortes, o banhista deve tomar alguns cuidados ao entrar no mar, segundo alerta o tenente Modesto do Corpo de Bombeiros de Salinas. “Não ultrapassar a profundidade de altura do seu umbigo, pois como as variações das marés ficarão fortes, a água pode arrastar o banhista para o fundo. E isso é muito perigoso”, enfatizou.

Com relação às crianças que querem brincar e aproveitar ao máximo o verão, a orientação é de que os pais passem no posto do Corpo de Bombeiros, montado na faixa de areia, e lá a criança receberá uma pulseirinha de identificação. “Nela irá constar o nome e número de telefone dos pais ou responsáveis, pois devido à grande aglomeração de banhistas que se forma nessa época do ano na praia do Atalaia, é possível que as crianças se percam dos pais. Com a pulseira, é facilitado o contato com os responsáveis, caso alguém se perca”, informou.

Outra orientação é quanto ao descarte de garrafas de vidro de bebidas. “Após ingerirem as bebidas em qualquer tipo de garrafa de vidro, elas devem ser jogadas no lixo ou guardadas em local apropriado e não deixá-las espalhadas pela faixa de areia, visto que isso pode ocasionar ocorrências onde os banhistas acabam pisando em cacos de vidro quebrados pelos veículos que ali transitam”, finalizou o tenente Modesto.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário