Últimas Notícias
Brasil

Flamengo apresenta Everton Cebolinha: "Espero ser feliz e realizar um ciclo muito vitorioso"

Everton Cebolinha já está em sua segunda semana de treinos no Flamengo, e nesta quinta-feira o atacante foi apresentado oficialmente. A camisa utilizada será a 19, mesmo número que o jogador usou na conquista da Copa América pela Seleção. Ele só poderá estrear a partir do dia 18 de julho, e a tendência é de que esteja pronto para entrar em campo na partida contra o Juventude, dia 20, pelo Brasileiro.

Everton Cebolinha no Flamengo — Foto: Fred Gomes / ge

- Estou muito feliz de realizar esse sonho de vestir a camisa do Flamengo. Agora vou ter esse privilégio. Vi de perto a força da nação, que afeta dentro de campo. Quero ter um ciclo vitorioso. Já joguei contra e sei da dificuldade, agora quero experimentar a favor. Espero ser muito feliz. - afirmou o atacante.

Cebolinha, de 26 anos, assinou contrato até o fim de 2026. Ele terá o valor fixo de 13,5 milhões de euros para o Flamengo, mas o montante pode chegar a cerca de 16 milhões de euros dependendo de variáveis:

Mais 1 milhão de euros por desempenho esportivo do Flamengo;

10% de uma transferência futura ou 1,5 milhão de euros caso o atacante permaneça no Flamengo até 31 de dezembro de 2025 e concretize metas individuais.

A família de Everton Cebolinha acompanhou a cerimônia de apresentação. Isa, esposa do novo reforço do Flamengo, estava com os filhos Sophia e Pedro, vestidos com a camisa do clube.

Everton Cebolinha estava no Benfica, onde ficou por duas temporadas. Comandado por Jorge Jesus lá, fez 95 jogos pelo clube português, marcou 15 gols e deu 17 assistências. No futebol brasileiro, o atacante foi revelado na base do Fortaleza e foi negociado com o Grêmio, antes de ir para Portugal.

No time gaúcho, conquistou uma Copa do Brasil, em 2016, uma Libertadores, em 2017, além da Recopa Sul-Americana de 2018. Everton foi destaque na conquista da Seleção na Copa América de 2019, sendo artilheiro e jogador revelação da competição.

O novo reforço do Flamengo acompanhou a goleada por 7 a 1 contra o Tolima, no Maracanã, assim como o chileno Arturo Vidal, provavelmente o próximo a ser anunciado. O clube ainda negocia com os volantes Walace, da Udinese, e Wendell, do Zenit.

Chegada ao Flamengo

- Acho que não só eu, acho que todo jogador sonha em vestir a camisa do Flamengo. Camisa muito pesada no futebol brasileiro e na América do Sul também. Espero ser feliz e realizar um ciclo muito vitorioso.

- Sempre estive acostumado a jogar mais pelo lado esquerdo, mas na passagem pelo Benfica fiz outras posições, mas creio que professor Dorival vai dizer onde é melhor eu atuar. Posição (ala) que não estava acostumado a fazer, como todo mundo sabe. Aquilo acabou me incomodando. Todo mundo sabe onde estou acostumado a jogar. Nas últimas temporadas, eu tinha feito 43 gols. Para um atacante de lado, para um extremo, é muita coisa. Não era aquilo que eu estava habituado, mas creio que foi um aprendizado. Pode evoluir também na parte tática defensiva.

Dificuldades na Europa      

- As duas últimas temporadas coletivamente não foram da maneira que imaginávamos, mas isso afeta também no individual. Evoluí bastante, estou com cabeça principalmente no Flamengo, e Seleção depende do que eu fizer aqui.

Concorrência para ser titular

- Acho que só quem tem a ganhar com isso é o Flamengo. Você ter hoje uma equipe qualificada como o Flamengo dentro da América do Sul e do Brasil num calendário apertado como o nosso. Querer jogar todo jogador quer, mas estou preparado para ajudar.

Relação do Flamengo com o nordeste

- No Nordeste a torcida do Flamengo é muito forte, tenho um grupo de oito amigos rubro-negros no "zap". Haja camisa. Realizo não somente um sonho meu, mas de amigos próximos.

Cebolinha fala da reação da família e dos amigos ao saberem que iria assinar com o Flamengo

Camisa 19

- A camisa é um número que gosto, fui campeão no Maracanã. Tenho essa numeração tatuada.

Corinthians nas quartas de final da Libertadores

- Corinthians é um adversário muito difícil. Estava torcendo ontem para enfrentar o Corinthians, mas é um adversário difícil.

Namoro com o Flamengo em dezembro

- Sempre fui muito sincero com o Marcos (Braz), lá em janeiro disse que meu primeiro pensamento era terminar a temporada lá. Disse que sempre tive interesse muito grande em vestir a camisa. Acho que a lábia maior foi o próprio Flamengo.

Responsabilidade de defender o Flamengo

-A responsabilidade maior é vestir a camisa do Flamengo. Sou um jogador mais completo. No futebol europeu você acaba vendo o jogo de maneira diferente. Creio que isso pode contribuir também para a minha volta.

Primeiro contato com o elenco

- Esses meses após o primeiro contato, procurei focar no meu trabalho e desempenhar o melhor naquele momento. Depois quis descansar, não tinha tido férias após duas temporadas. Teve procura de outros clubes, principalmente daqui do Brasil. Mas não quis nem esperar a janela abrir

O Flamengo entra em campo no próximo domingo (10), às 16h, contra o Corinthians, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro, time que será o adversário das quartas de final da Libertadores em agosto.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte g1



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário