Últimas Notícias
Brasil

Após denúncia oferecida pelo MPPA, Justiça condena integrante do Comando Vermelho a 13 anos de reclusão

Em atendimento à denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado (MPPA), a Justiça estadual condenou o réu Diego Nogueira Dos Santos, integrante do Comando Vermelho, a 13 anos de reclusão em regime fechado, pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de acessório de arma de fogo e munições. A investigação, prisão e condenação do réu é decorrente do trabalho do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado do MPPA e da Polícia Civil (PCPA). A decisão foi proferida pelo juiz titular da Vara de Combate ao Crime Organizado.

No dia 21 de julho do ano passado o réu Diego Santos foi preso em flagrante delito por guardar drogas, bem como por manter sob sua guarda acessório e munição, de uso permitido, no interior de sua residência, tudo sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar. O condenado foi preso nesse dia durante as diligências da operação “Medusa”, que foi deflagrada com o objetivo de dar cumprimento aos mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva contra onze alvos, todos integrantes da Organização Criminosa Comando Vermelho no Estado do Pará. Diego Santos foi um dos alvos da ação policial.

A prisão ocorreu quando policiais civis da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado, acompanhados de equipes da inteligência da Polícia Civil, deslocaram-se até o Residencial Pleno, Torre Equilíbrio, em Ananindeua. Ao chegarem ao local, localizaram Diego Santos e durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, os policiais encontraram um contrato de aluguel de outra residência do acusado, localizada em Benevides.

A equipe policial então se deslocou ao local indicado no contrato de locação e encontrou no interior do imóvel os seguintes itens: 15 tabletes de uma substância conhecida popularmente como cocaína, 20 porções de uma substância conhecida popularmente como cocaína, 8 tabletes de uma substância conhecida popularmente como maconha, além de uma balança de precisão, 10 sacos de uma substância que aparentava ser barrilha (usada na preparação de droga), embalagens de papel filme, um carregador de pistola 27/7, 13 munições de pistola .40 e 15 munição de pistola 380.

Diante dos fatos o Ministério Público do Estado, por meio do GAECO, ofereceu a denúncia e obteve a condenação do integrante do Comando Vermelho a 13 anos de reclusão em regime fechado.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: MPPA



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário