Últimas Notícias
Brasil

Réu pega 63 anos de prisão pela morte de duas crianças e outras duas tentativas

José Carlos Anjos dos Santos foi condenado a 63 anos e quatro meses de prisão, em regime fechado, nesta quarta-feira (4), em Belém, pelo duplo homicídio de duas crianças de 10 e 12 anos, e mais duas tentativas de homicídio contra um menino de 6 anos e da ex-companheira dele, de 29.

Os jurados reconheceram que José Carlos foi, de fato, o autor dos dois homicídios contra duas crianças de 10 e 12 anos de idade e das duas outras tentativas (Reprodução / Redes Sociais)

Os crimes aconteceram dentro da casa do agressor e das vítimas, no dia 5 de maio do ano de 2017, no município de Curionópolis, no sudeste do Pará. As crianças eram enteadas do agressor.

No Tribunal do Júri, os jurados reconheceram que José Carlos foi, de fato, o autor dos dois homicídios consumados e das duas outras tentativas. Ele negou ter matado os enteados e alegou que bateu com a tranca da porta na cabeça da  ex-companheira justificando que fez para se defender, e que a mulher teria lhe atacado armada de faca. O motivo seria por ciúmes da irmã da vítima.

Na promotoria do júri esteve o promotor de justiça Samir Tadeu Dahás Jorge. O advogado de defesa do réu foi Mauro Martins de Paulo Orlando Santos, que requereu o direito de imagem dele é do réu, com base na Lei Geral de Proteção de Dados (L.G.P.D.).

Como o réu foi preso em Mongaguá, no Estado de São Paulo, seis dias após o crime, ele foi recambiado para o Pará, e o júri foi desaforado de Curionópolis para Belém, distribuído para a 4ª Vara do Júri da capital, presidida pelo juiz Cláudio Hernandes Silva Lima.

Da Redação/Via Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário