Últimas Notícias
Brasil

Pará tem 95 cursos profissionalizantes com inscrições abertas. Saiba como conseguir uma vaga

A qualificação profissional por meio de cursos de curta duração são uma boa alternativa para quem deseja se destacar ou ingressar no mercado de trabalho mais rápido. A oferta de formações é constante nas instituições educacionais presentes no estado e abrangem diversas especialidades e áreas de conhecimento.

Fonte/Pixabay

O Pará conta atualmente com inscrições abertas para 95 cursos profissionalizantes com início até setembro deste ano, totalizando 2.533 vagas. As oportunidades são oferecidas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) nas unidades da instituição em Ananindeua, Barcarena, Belém, Capanema, Castanhal, Marabá, Parauapebas, Redenção e Santarém.

A maioria são para os municípios de Belém e de Ananindeua, com 1.401 vagas disponíveis em cursos de qualificação, aperfeiçoamento, habilitação profissional técnica de nível médio, instrumentais e workshops nas áreas de Gastronomia e Produção de Alimentos, Beleza, Tecnologia da Informação, Gestão e Comércio e Asseio, Conservação e Zeladoria, Moda e Design, Segurança, Comunicação e Arte.

Em Belém algumas oportunidades incluem cursos de design de sobrancelha, corte de cabelo, recepcionista, assistente de contabilidade, assistente de logística, cuidador de idosos e corte e costura. Só na capital, são 961 vagas abertas nas duas unidades do Senac. Já em Ananindeua são 440 vagas, com oportunidades em cursos como operador de caixa, assistente de recursos humanos, informática básica, técnicas de manicure e pedicure, design de sobrancelhas e panificação caseira.

O valor da matrícula nos cursos varia, mas há formações com preços a partir de R$ 100, enquanto que os workshops custam a partir de R$ 25. Para se matricular é preciso de dirigir até a unidade do Senac e apresentar originais e cópias do documento original de identificação; CPF; comprovante de residência e comprovante de escolaridade, de acordo com os requisitos do curso escolhido; além de fazer o pagamento da taxa.

Para o setor industrial, a expectativa é que até o final do sejam preenchidas 70 mil vagas em cursos profissionalizantes. Somente nos meses de janeiro e fevereiro foram 760 alunos matriculados em 21 turmas oferecidas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

Na instituição, os cursos ofertados envolvem iniciação, qualificação profissional, aperfeiçoamento, aprendizagem industrial e habilitação técnica, abrangendo áreas como metalmecânica, elétrica, eletroeletrônica, construção civil, confecção, alimentos e bebidas, mecânica automotiva, operação de equipamentos móveis, gestão, informática, entre outros.

A inscrição para os cursos ocorre nos períodos de campanha de divulgação. Para acompanhar o calendário de ofertas, tanto para cursos pagos como gratuitos, é necessário acessar o site www.senaipa.org.br ou buscar as unidades da instituição em Belém, Altamira, Barcarena, Bragança, Castanhal, Juruti, Marabá, Paragominas, Parauapebas, Santarém, São Miguel do Guamá e Canaã dos Carajás.

GRATUITOS

Além da agenda de cursos comerciais, o Senac possui um programa de gratuidade, uma iniciativa destinada ao atendimento da demanda de pessoas de baixa renda. Para acompanhar a disponibilidade de vagas gratuitas, os interessados devem acessar o site www.pa.senac.br e verificar os editais.

Já o Governo do Estado, por meio da Fundação ParáPaz também oferta oportunidades de capacitação. O atendimento da instituição é dedicado especialmente mulheres e jovens em situação de vulnerabilidade social. Desta forma, a profissionalização contribui para fortalecer a garantia de direitos dessas populações.

Atualmente, há 25 vagas disponíveis para jovens de todas as idades no curso de Iniciação ao Teatro. Para junho, há oferta de vagas nos cursos de bolos e doces, barman e drinks e assistente administrativo. No total, serão 95 vagas preenchidas ainda neste primeiro semestre. Além disso, serão ofertadas oficinas de autoconhecimento, criatividade, currículo, postura profissional, trabalho em equipe e outras.

Para o segundo semestre, a Fundação prevê que mais 170 pessoas serão capacitadas nas áreas de informática, culinária, assistente administrativo, corte e costura, manicure e artesanato. A inscrição para essas oportunidades pode ser feita na Unidade Social e Profissional da Fundação ParáPaz, localizada na Av. José Bonifácio, nº 267, bairro de Fátima. Informações pelo telefone: (91) 98511-6840.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário