Últimas Notícias
Brasil

Economizar faz bem: Confira 6 dicas para economizar no consumo de energia

A conta de luz é um importante item do orçamento doméstico e por isso é necessário gerenciar o consumo. Selecionamos dicas para te ajudar a repensar alguns hábitos, economizar energia e diminuir o desperdício.

Fonte/Pixabay

1. Iluminação – O cuidado com a iluminação ajuda a reduzir os custos com energia elétrica. Pequenos gestos podem fazer uma grande diferença. Durante o dia, abra portas, janelas e cortinas e aproveite a luz solar para iluminar a casa. Além disso, é importante ter atenção para que as luzes não estejam acesas em ambientes desocupados.

A troca de lâmpadas por modelos eficientes é uma das medidas que contribui com a economia domésticaA troca de lâmpadas por modelos eficientes é uma das medidas que contribui com a economia doméstica (Zain Ali / Pexels)

Aliado a isso, o consumidor pode realizar a troca das lâmpadas fluorescentes por modelos de LED, que são mais eficientes, tem a mesma capacidade de iluminação, duram mais e consomem menos energia.

2. Geladeira e freezer – Manter a qualidade dos alimentos é fundamental para a saúde, por isso geladeiras e freezers precisam ficar sempre ligados. Não há como abrir mão desses equipamentos, por conta disso, o consumo de energia com eles costuma ser alto. Porém, dá para reduzir o gasto evitando abrir a porta sem necessidade ou por tempo prolongado. Outros cuidados incluem: manter as borrachas da porta em bom estado e não colocar roupas para secar na parte de trás desses equipamentos.

3. Atenção com eletrodomésticos de alta potência - A potência é uma grandeza relacionada ao tempo que um equipamento leva para transformar a energia elétrica em outro tipo de energia. Logo, quanto maior a potência, maior o consumo. Com essa noção em mente dá para identificar que alguns vilões da conta de energia são aqueles equipamentos que precisam transformar energia em aquecimento.

O ferro de passar roupa e o chuveiro elétrico são alguns exemplos disso. Nesses casos, a dica é otimizar e reduzir seu uso para, assim, evitar gastos excessivos com o aquecimento. Uma sugestão é juntar o maior número de peças de roupa para passar de uma vez só. Já o chuveiro elétrico pode ser melhor aproveitado ao se reduzir o tempo do banho e optando pelo seletor na posição verão.

4. Ar-condicionado – Alguns eletrodomésticos oferecem muitas comodidades e, por isso, é difícil abrir mão do seu uso. O ar-condicionado é um desses equipamentos, mas ele pode contribuir muito para o aumento da conta, principalmente durante o verão quando é preciso mais tempo de atividade para resfriar um ambiente.

Para utilizar o ar-condicionado de maneira racional e eficiente, pode se optar por manter temperaturas médias, em torno de 23º, que garantem conforto e menos gasto de energia. Também é importante fazer a manutenção do aparelho regularmente. Isso contribui para a eficiência energética do aparelho, bem como evita riscos à saúde e prolonga seu tempo de vida útil.

5. Utilize as funcionalidades dos eletrodomésticos a seu favor – Muitos equipamentos contam com recursos que podem auxiliar na hora de diminuir o consumo. As televisões, por exemplo, têm funções de timer ou sleep que programam o desligamento automático do aparelho e ajudam a diminuir o gasto desnecessário.

Por outro lado, vale ressaltar que manter eletrodomésticos com o modo de stand-by ativo por longas pode ser elevar sua conta de energia. Sempre que possível, retire os aparelhos da tomada e, com isso, diminua ainda mais seu consumo.

6. Opte por aparelhos com selo Procel – Na hora da compra, o consumidor tem uma forma simples de identificar os produtos com menor consumo de energia. Basta procurar pelo selo Procel, que classifica os produtos com uso de letras (de A a G) e cores (do verde ao vermelho). Os eletrodomésticos com selo A e na cor verde são os mais eficientes, segundo critérios técnicos.

Outra vantagem é que a identificação é aplicada a vários eletros, como geladeiras, televisões, microondas, aparelhos de ar-condicionado e ventiladores, além de outros produtos usados no dia a dia.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: Dol



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário