Últimas Notícias
Brasil

Professores de Capitão Poço fazem manifestação para reivindicar direitos da categoria

 A manifestação se concentrou na frente do prédio da prefeitura municipal e da Câmara de Vereadores.

Foto: Viva Notícias
Os professores de Capitão Poço fizeram, na manhã desta terça-feira (12), uma manifestação cívica e pacífica para reivindicar os direitos que a lei brasileira lhes assegura e que, segundo eles, não estão sendo respeitados pela administração municipal.

Entre as reivindicações, pedem que o poder executivo municipal cumpra a lei e pague aos professores o Piso Salarial, que constitui o valor mínimo que um professor deve receber no país.

Foto: Viva Notícias

Em fevereiro de 2022, o governo federal publicou a Portaria nº 67, do Ministério da Educação, que reajustou o Piso Salarial dos professores em 33,24% (trinta e três vírgula vinte e quatro por cento), elevando o valor do piso para R$ 3.845,63 (três mil, oitocentos e quarenta e cinco reais e sessenta e três centavos).

No entanto, apesar do reajuste, no município de Capitão Poço o salário base de um professor gira em torno de um salário mínimo, razão pela qual os professores, com apoio do Sindicato dos Servidores da Prefeitura, Câmara Municipal, Autarquias, Empresas e Fundações Municipais de Capitão Poço (SSPMCP), se manifestaram para reivindicar o cumprimento da lei nº 11.738/2008, aprovada em 2008 e que estabelece que nenhum professor no país receba salário inferior ao que a lei do piso (e seus reajustes) estabelece.

Foto: Viva Notícias

O pagamento inferior ao valor do piso constitui uma ilegalidade e uma afronta aos direitos dos docentes, além de uma clara desvalorização dos profissionais da educação que, em geral, não recebem as gratificações a que têm direito.

Da Redação: Viva Notícias



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário