Últimas Notícias
Brasil

'Indiana Jones 5': Filmagens chegam ao fim quase 14 anos após o longa anterior da sequência

A conclusão das filmagens de "Indiana Jones 5" foram anunciadas pelo diretor James Mangold ('Logan' e 'Ford vs Ferrari') e pelo produtor Frank Marshall, no domingo, 27, nas redes sociais. O novo filme da sequência terá novamente Harrison Ford, aos 79 anos, no papel do arqueólogo caçador de tesouros. Mas quase nada foi revelado até agora sobre o enredo do longa.

Harrison Ford como 'Indiana Jones' no quinto filme da sequência. (Divulgação)

As filmagens iniciaram em maio, no Reino Unido. Mas a única informação que vazou dos sets foi um acidente sofrido por Harrison Ford nos primeiros dias de gravação, quando o ator machucou o ombro e teve que ser afastado dos trabalhos por um curto período.

O diretor postou a foto de uma cena clássica de "Os Caçadores da Arca Perdida" (1981) e legendou: "E então começa o primeiro dia após a tempestade". Enquanto o produtor postou a foto de um boné de Indy.

Trajetória da sequência

O primeiro filme da sequência foi "Indiana Jones- Os caçadores da arca perdida", em 1981, que foi sucesso de bilheteria. Logo vieram as sequências "Indiana Jones e o Templo da Perdição", em 1984, e "Indiana Jones e a Última cruzada", em 1989, todos esses sob a direção de Steven Spielberg. Em 2008, surge o quarto filme, "Indiana Jones e reino da Caveira de Cristal, ainda com o mesmo diretor.

Spielberg é um dos grandes cineastas da atualidade, vencedor de dois Oscar de Melhor Diretor - por "O resgate do soldado Ryan", em 1999, e "A lista de Schindler", em 1994 -, além de ter sido o cineasta de clássicos do cinema, como "E.T, o extraterrestre", "Tubarão" e "Poltergeist", entre outros sucessos, como a sequência de "Jurassic Park", "M.I.B Homens de Preto", "Gremlins", "Os Goonies" e "Star Wars III".

Ainda não se sabe o que esperar do Indiana Jones sob nova direção. Mangold - que ficou conhecido como "Logan" depois de ter dirigido o filme desse herói - teve "Ford vs Ferrari" indicado ao Oscar de Melhor Filme, em 2020, mas perdeu estatueta dessa categoria para "Parasita", vencendo nas categorias de Melhor Edição de Som e de Melhor Montagem.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário