Últimas Notícias
Brasil

Greve: Professores entram em greve em Marabá a partir desta nesta segunda-feira (21)

 

Os professores da rede municipal de ensino de Marabá entrarão em greve a partir desta segunda-feira (21) e mais de 54 mil alunos ficarão sem aula por tempo indeterminado. 

Educadores durante o ato público em frente a Secretaria de Obras | Divulgação Sintepp

De acordo com o Sintepp (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará), na última sexta-feira (18) ocorreu um ato público dos trabalhadores da educação em frente a Secretaria Municipal de Obras, onde estava agendada reunião com o prefeito Tião Miranda.

Mas, a reunião teria sido remarcada pelo gestor municipal para a próxima sexta-feira (25), o que foi a gota d’água para que os educadores deflagrassem a paralisação.  

Um dos pontos de reivindicações é que houve a sobra de R$ 14 milhões do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), mas até o momento não foi debatido como será feito o rateio.

“Desde o final do ano, o governo vem afirmando que houve sobras dos recursos em caixa, no entanto segue como dinheiro guardado sem apresentar propostas definitivas para a categoria”, afirma nota do Sintepp.

Ao total, são 24 pontos a serem debatidos com a gestão municipal, que não teriam avançado: o piso magistério 2022, no percentual de 33,23% de R$ 3,845,63 na carreira inicial para os ativos, aposentados e pensionistas; reajuste do nível médio dos auxiliares de secretaria no percentual de 26%, com enquadramento do nível médio e retroativo de 2016 (auxiliares de escola); gratificação de risco de vida para trabalhadores de casas penais, entre outros.

Agenda da Greve

21/02 - Concentração na Semed a partir das 8:30 horas;

22/02 - Concentração na SEVOP, a partir das 8:30 horas;

23/02 - Concentração Câmara Municipal de Marabá a partir das 8:30;

24/02 - Concentração na Velha Marabá, em frente ao Conselho do Fundeb, a partir das 08:30;

25/02 - Reunião da Comissão com o Prefeito pela manhã e pela tarde Assembleia Geral, com local a definir.

A assessoria de comunicação da Prefeitura disse que o governo municipal não comentaria sobre a greve, mas que o diálogo com a categoria permanece aberto.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte Dol



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário