Últimas Notícias
Brasil

Nova explosão é registrada no Hospital Abelardo Santos; pacientes são transferidos

Pacientes que estavam internados no Hospital ​Regional ​Abelardo Santos, em Icoaraci, precisaram ser transferidos às pressas, na noite desta segunda-feira (20), após duas explosões, que culminaram com incêndios de pequenas proporções, atingirem a subestação da unidade, instalada em um prédio anexo ao hospital, cuja administração é feita pelo Instituto Mais Saúde em parceria com o Governo do Estado.​ Não há informações sobre o que teria provocado o sinistro.​

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), ninguém ficou ferido. Por meio de nota, a secretaria informou que “os pacientes em estado grave serão remanejados para outras unidades hospitalares, seguindo o perfil de cada um”.

O primeiro incidente foi registrado por volta das 19h30 e, aparentemente, controlado pela equipe de brigadistas do local, com apoio de homens do Corpo de Bombeiros​, que chegaram a informar, às 21h20, que o incêndio havia sido "totalmente controlado".​

Porém, enquanto vários profissionais trabalhavam para resolver o problema ​da falta de energia ​dentro da subestação, uma segunda explosão ocorreu por volta das 22h, deixando todos os setores do hospital por mais de três horas sem energia.

Uma grande cortina de fumaça se formou e o cheiro de queimado era bastante forte. Um bombeiro civil do hospital passou mal, ao inalar a fumaça, e se jogou ao chão. Ele precisou ser socorrido pelos colegas de trabalho e retirado da área onde as explosões aconteceram.

Por volta das 23h, equipes da Equatorial Energia continuavam trabalhando para restabelecer os serviços na unidade​ hospitalar​. A todo instante, pacientes chegavam em busca de atendimento e eram informados sobre a suspensão deles. Ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e particulares, assim como o resgate do Corpo de Bombeiros foram acionados para ajudar no remanejamento dos pacientes.

Do lado de fora do hospital, muitos curiosos presenciaram o desespero. ​​​Também era possível observar ​pacientes e familiares nas sacadas do hospital. Através de aplicativos de mensagens instantâneas, eles se comunicavam com parentes. "Minha prima está lá dentro. Disse que está um calor insuportável. Estão indo para a sacada em busca de ventilação para conseguirem respirar melhor", informou um familiar, que, apreensivo, preferiu não se identificar.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) informou que, "por volta das 21h50, houve uma nova explosão na subestação do Hospital Regional Abelardo Santos que, imediatamente, foi controlada pelos brigadistas. Não foi registrado nenhum ferido."

 

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário