Últimas Notícias
Brasil

Jovem torturada e morta em motel foi vítima de facção criminosa

A jovem Ana Carolina de Lima Araújo, 21 anos, encontrada morta em uma suíte do motel Play Time, em Taguatinga Sul, na madrugada do último domingo (31), foi mais uma vítima da facção criminosa conhecida como Comboio do Cão, que age no Distrito Federal. A vítima foi executada com tiro na cabeça e teria sido atraída para o local pelo próprio namorado, que é membro do bando. As informações são do portal Metrópoles.

De acordo com investigações feitas no decorrer da semana pela Polícia Civil do DF, na noite do feminicídio Ana Carolina teria ido com o namorado Ruan Rodrigues de Souza, 27 anos, a uma casa, onde passaram parte da noite consumindo bebida alcoólica na companhia de outras quatro pessoas - três homens e uma mulher.

Ao fim da noite, todos resolveram ir para o motel e, segundo o que foi apurado, Ana Carolina começou a ser agredida por Ruan ainda dentro do veículo. Já dentro da suíte, a vítima sofreu novas agressões e torturas, que só cessaram quando finalmente foi executada. O motivo para o crime teria sido uma suposta traição.

Além de Juan, havia outros dois homens na suíte do motel na hora em que o crime aconteceu. Eles foram identificados como José de Alencar Fernandes Filho, 25, e Pedro Henrique Sampaio, este último detido após o cumprimento de um mandado de prisão temporária. O casal que estava junto com o grupo já havia deixado o local quando Ana Carolina foi morta.

Equipes da 21ª Delegacia de Polícia de Taguatinga fazem buscas em uma série de endereços na tentativa de localizar os outros dois suspeitos foragidos.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário