Últimas Notícias
Brasil

Polícia Civil investiga ataque a tiros de PM de folga a mercado no ABC; idosa é morta e 3 pessoas ficam feridas

No Quadrangular Final da Série C do Brasileiro qualquer tropeço pode ser fatal na busca pelo acesso. Sabendo disso, o Papão encara o Botafogo-PB nesta segunda-feira (11), no Estádio da Curuzu, pela segunda rodada. A torcida bicolor acredita na campanha do técnico Roberto Fonseca à frente do Lobo. O comandante exaltou o desempenho do time sob seu comando e destacou a força da equipe dentro do Vovô da Cidade.

Roberto Fonseca tem 60% de aproveitamento à frente do Lobo. | (Foto: John Wesley/Paysandu)

“Contra números não têm argumentos. Nós estamos com 60% de aproveitamento à frente do Paysandu. Conseguimos uma recuperação na reta final da classificação e terminamos em primeiro lugar da nossa chave. Acredito que o grande ponto positivo foi o nosso fortalecimento dentro de casa. Estamos vindo de grandes jogos e vitórias dentro da Curuzu, que é onde devemos ter a nossa força”, poderou.

Na estreia do quadrangular, os bicolores empataram fora de casa contra o Criciúma, que venceu, neste domingo (10), o Ituano e assumiu a liderança com quatro pontos, deixando os paulistas com três. Ou seja, o Paysandu, em terceiro com um, precisa vencer o Belo para seguir caminhando bem na busca pelo acesso. Fonseca relembrou o jogo contra os catarinenses, elogiou a equipe e disse que é buscar evoluir mais ainda.

“Claro que procuramos enfatizar o que acabamos pecando e melhorar ainda mais aquilo que tivemos de bom. Procuramos ter um equilíbrio no trabalho. No tático, nossa equipe foi muito bem contra o Criciúma. Foi um jogo extremamente decisivo, nervoso, com casa cheia. Sabíamos da força deles lá dentro e fizemos uma grande partida. Temos que manter esse padrão para frente”, destacou.

Botafogo-PB:

“Não participei da primeira partida que foi aqui em casa. Na segunda, lá na Paraíba, nós fizemos um grande jogo contra o Botafogo. Poderíamos ter feito o segundo gol e uma jogada foi anulada. Com certeza ela levaria muito perigo. Vamos encontrar um grande adversário, que teve méritos para chegar nesse momento da competição. Todos os quatro que estão na chave possuem méritos totais. Temos esse jogo, sabemos das dificuldades, mas sabemos do que podemos fazer nesse momento tão decisivo na vida do Paysandu”, disse.

“É uma equipe técnica, que possui bons jogadores. É um time experiente, que já demonstrou ter méritos na classificação. Tem pontos positivos e temos que saber neutralizar, explorar possíveis erros. Vamos buscar pontos negativos na equipe deles também”, comentou.

Lateral-direita:

 “Eles (Marcelo e Leandro Silva) estão trabalhando, evoluindo. O Marcelo teve um a lesão com mais dias, o Leandro praticamente saiu do jogo para pouparmos. Veio a semana trabalhando, treinando. Claro que não foi da maneira que gostaríamos. Acredito que eles estarão aptos, mas, caso contrário, o Ratinho trabalhou na semana. É um jogador muito competitivo, que fisicamente está inteiro. Acredito que essas opções estarão prontas para dar o 100% no trabalho", explicou.

A Volta da Torcida:

“Com certeza é um fator extremamente relevante. Quando jogamos contra em outros lugares, sabemos das dificuldades. E isso vale para os adversários aqui. Nós sabemos que a Fiel Bicolor está sempre apoiando, jogando junto nos 90 minutos. Claro que a cobrança vai vir ao final do jogo, como acontece com grandes torcidas. Mas, principalmente, na hora do jogo é ter muita participação, jogar junto com a gente nesse momento decisivo, pois todos nós temos a ganhar. Se jogarmos juntos, torcida e a equipe, sendo forte em todos os momentos na partida, vamos ser mais fortes durante o jogo”, revelou.

Almoço e Fé:

“Sou evangélico, mas tenho respeito total. Cada um tem a sua crença, sua religião e temos que respeitar o máximo possível. Claro que eu tenho a fé que eu processo. Sabemos do momento que envolve toda a cidade. Tivemos um almoço. É um momento muito bom, bem legal estar junto com os jogadores e suas famílias, mesmo o time estando concentrado. O clube nos deu essa condição de estar com os familiares. Foi um momento legal, de estar se fortalecendo com eles. Foi um domingo importante na vida de todos para estarmos tranquilos, focados 100% naquilo que precisamos fazer amanhã”, contou.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: Dol



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário