Últimas Notícias
Brasil

UFC Vegas 31: Francisco Sniper Figueiredo representa o Pará

O paraense Francisco "Sniper" Figueiredo, de 31 anos, entra no octógono no próximo sábado (17), para encarar o canadense Malcolm Gordon, dois anos mais novo. O combate é válido pelo UFC Apex em Las Vegas, nos Estados Unidos. O lutador bateu um papo-exclusivo com o DOL e destacou que toda a preparação foi feita na capital paraense, Belém.

Imagem/Divulgação

"Minha preparação foi a melhor possível. Eu consegui fazer todos os meus treinos. Priorizei bastante a parte física e preparei algumas estratégias para essa luta contra o Gordon. Junto com a minha equipe, fizemos tudo em Belém. Cheguei aqui em Las Vegas no último domingo (11)", contou.

Sniper teve duas mudanças de adversários após a definição da sua segunda luta no Ultimate Fighting Championship. Inicialmente, ele enfrentaria Jimmy Flick, mas o rival anunciou aposentadoria. Logo em seguida JP Buys foi anunciado, no entanto, ele se lesionou. Agora terá pela frente o canadense. Perguntado a troca de oponentes afetava a preparação, já que os estilos de luta são diferentes, Figueiredo disse que não terá problemas.

"Se a mudança de adversário for em cima da hora, atrapalha um pouco a nossa preparação. Mas, felizmente, não foi o caso. Minha luta com o Gordon foi marcada há dois meses, então tive bastante tempo para treinar o jogo dele. Vou procurar bloquear ele em todas as áreas, mostrando que sou melhor onde ele vier, seja em cima ou no chão. Conheço bem o estilo dele. Sou um cara que troca bem e posso jogar para baixo. Então, ele pode esperar de tudo", enfatizou.

O brasileiro, que é irmão do ex-campeão da categoria Deivison Figueiredo, o Daico Deus da Guerra, venceu em sua estreia no UFC o americano Jerome Rivera por decisão unânime. Agora, na busca pelo segundo triunfo, garante estar bem preparado. O Sniper usa um estilo de luta carateca, comum entre lutadores que gostam do contragolpe. Além disso, ele é faixa preta de jiu-jitsu e também é forte fisicamente para a divisão do peso-mosca. Outro ponto forte de seu jogo são as joelhadas no clinch.

"Acredito que ele vai querer pressionar, pois sabe que tenho um estilo de luta bem técnico. No entanto, sou ágil, sei fazer fintas e tenho certeza que vai cair na minha armadilha. Tive a ajuda do meu irmão. O Deiveson me ajudou muito.  Está, inclusive, aqui em Las Vegas comigo. Vai estar no corne", destacou.

Figueiredo é ex-campeão do Jungle Fight e possui um cartel composto por 12 vitórias e três derrotas. Chegando no auge do MMA mundial, ele contou sobre sua maior motivação do momento e revelou que o caminho não foi fácil.

"O que me move é sempre procurar dar o melhor para a minha família. Agora tenho uma motivação ainda maior, que é o meu filho que vai fazer um aninho.  Estou feliz de estar aqui. Estou aproveitando cada momento. Sempre pedi para Deus para chegar onde estou e só tenho a agradecer. Pois é difícil chegar. Sempre digo que passei a vida toda conversando com Deus para Ele me dar uma chance, claro que sempre fazendo a minha parte. Agora é comigo. Só que saúde para continuar treinando e fazendo o que eu amo". revelou.

No mundo do esporte é comum surgirem apelidos. As vezes por conta da aparência, em outras por conta do estilo, seja por conta do cabelo, seja pelo modo de se movimentar, e em muitos casos por conta do nome logo ou difícil de se pronunciar. No caso de Figueiredo, os golpes certeiros geraram o a denominação de Sniper. Ele falou como surgiu.

"Eu estava no jungle fight antes de entrar no UFC e em uma luta o comentarista começou a falar que eu parecia um sniper por conta da minha precisão, onde dificilmente eu errava os golpes. Foi um apelido que gostei e mandei colocar no meu nome de apresentação", explicou.

A luta está marcada para o Card Preeliminar e será a segunda da noite, que terá como duelo principal o brasileiro Thiago Moisés, que terá pela frente o russo Islam Makhachev. Para finalizar a entrevista, Figueiredo deixou uma mensagem ao povo paraense e brasileiro.

"Galera do Brasil e do meu Pará. Me chamo Francisco Figueiredo, peso mosca do UFC. Estarei lutando no próximo sábado, dia 17. Conto com a torcida de vocês. Podem ficar ligados porque será um grande show. Espero que vocês gostem", finalizou.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: Dol



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário