Últimas Notícias
Brasil

Polícia desarticula facção criminosa que pretendia agir no Pará

A Polícia Civil do Pará deflagrou nesta quinta-feira (15) a "Operação Lampião", que cumpriu quatro mandados de prisão na cidade de Fortaleza, no Ceará, com objetivo de combater facções criminosas que pretendiam se instalar no território do Pará.

Durante as diligências, duas mulheres foram presas. As investigações apontam que elas atuam como lideranças de uma facção criminosa, no Amazonas e Rio de Janeiro. O grupo criminoso pretendia agir no Pará. Outros dois acusados foram detidos por envolvimento com a compra ilegal de veículos e imóveis, no Pará. 

De acordo com o levantamento feito pela Polícia Civil, o dinheiro utilizado nas transações era oriundo de atividades ilícitas, como roubo e tráfico de drogas. "Com as prisões efetuadas nessa Operação, vamos dar continuidade às investigações para identificar outros membros da associação criminosa e continuarmos o trabalho contundente de combate à criminalidade", enfatizou Resende.

A ação foi coordenada pela Diretoria de Polícia Especializada (DPE), Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e Delegacia de Repressão a Facções Criminosas (DRFC), e contou com o apoio da Delegacia de Repressão a Ações Criminosas Organizadas (DRACO) da Polícia Civil do Estado do Ceará.

Fases

Nos dias 15 e 16 de fevereiro deste ano, cinco pessoas foram presas em Belém e Benevides. A ação cumpriu mandados de prisão contra lideranças de uma facção criminosa que comandava crimes no estado do Ceará, desarticulando uma rota do tráfico no Pará.  Após a captura dos líderes, a equipe se diligenciou a um sítio no município de Benevides, onde mais três membros do grupo criminoso foram autuados em flagrante e aproximadamente 600 quilos de entorpecentes foram apreendidos.

A droga estava armazenada em um quarto e dividida em 19 sacos, com pedras de oxi e cocaína, avaliada em 9 milhões de reais. Ainda no mês de fevereiro, a Polícia Civil, em integração com a Polícia Militar, apreendeu mais de uma tonelada de cocaína, em Bujaru, no nordeste do Pará. A droga foi encontrada em dois veículos e levada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), onde passou pelos devidos procedimentos de praxe. 

Todas os entorpecentes apreendidos nas duas primeiras fases da "Operação Lampião" já foram incinerados. Os presos respondem por organização criminosa, tráfico de drogas e por associação para o tráfico de drogas. As informações são da Polícia Civil.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário