Últimas Notícias
Brasil

Pesquisador diz: ‘Não há evidência de perda de eficácia da vacina em relação à Delta’

 A variante Delta, originária da Índia, já está presente em oito estados brasileiros. Segundo o pesquisador da Fiocruz, infectologista e professor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Julio Croda, A medida em que a vacinação avança no país, a tendência é que o impacto no sistema de saúde seja menor.

Crédito: Tânia Rego/Agência Brasil

“Por enquanto, nenhum estudo demonstrou perda de eficácia ou de efetividade das vacinas em relação às novas variantes. O que os estudos têm demonstrado, mais recentemente, principalmente em relação à Gama, variante brasileira, e à Delta, é que são necessárias as duas doses para garantir a proteção completa contra a doença.”, afirmou o pesquisador.

Júlio diz ainda que, a grande esperança em relação à Delta é a conclusão da imunização de idosos e pessoas com comorbidades no Brasil, uma vez que se trata de um "público que gera muita pressão no serviço de saúde”.  No entanto, como o Brasil ainda está com a cobertura vacinal de duas doses abaixo de 20%, o perigo é iminente. “Não existe uma resposta clara de como ela [a variante Delta] vai se comportar e se vai trazer algum impacto no nosso sistema de saúde.”

"Já temos 136 casos confirmados [da Delta], a gente não vê em nenhum estado um aumento significativo deste número que indique que esta variante esteja circulando mais intensamente. Vamos continuar observando, vamos entender que se houver este aumento, serão necessárias medidas restritivas, principalmente, para preservar o serviço de saúde e evitar o colapso", concluiu.

Da Redação/Viva Notícias
Com informações da CNN Brasil



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário