Últimas Notícias
Brasil

Comitê organizador confirma 1º caso de covid-19 na Vila Olímpica de Tóquio

O comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio informou neste sábado que registrou o primeiro teste positivo para covid-19 em um residente da Vila Olímpica. De acordo com a organização, a pessoa contaminada não é atleta, mas está "envolvida com os Jogos". A pessoa foi colocada em uma quarentena de 14 dias.

Imagem/Digulgação

Também foi informado que não se trata de um cidadão japonês. Nenhuma outra informação foi revelada por questões de confidencialidade. "Na atual situação, temos que assumir a possibilidade de que surjam mais casos positivos", limitou-se a dizer Toshiro Muto, CEO do Jogos de Tóquio. A Olimpíada começa no próximo dia 20, conforme o horário de Brasília, com a realização dos primeiros eventos esportivos, mas a abertura está marcada para o dia 23.

Durante a disputa das competições, a Vila Olímpica vai hospedar cerca de 11 mil atletas, além de milhares de pessoas responsáveis por outras funções nas delegações. Ainda nesta semana, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, chegou a dizer que o risco de atletas transmitirem o coronavírus para japoneses ou outros residentes da Vila era "zero".

Segundo os organizadores, desde o dia 1º de julho, 45 pessoas envolvidas com o evento testaram positivo, mas o único caso dentro da Vila foi o registrado na última sexta. Entre as 45, 12 são listadas como "não residentes no Japão". Atletas e delegações que estão treinando em outros lugares do país, fora de Tóquio, não entram nessa contagem.

Neste sábado, a capital japonesa registrou 1.410 novos casos de covid-19, número mais alto registrado desde o dia 21 de janeiro, quando foram registrados 1.845 casos. A situação faz com que muitos japoneses sejam contrários a realização dos jogos - entre 50% e 80% dependendo de como a pergunta é feita nas pesquisas.

Questionado sobre a resistência de parte da população, Bach defendeu a realização. "Nós estamos cientes do ceticismo, obviamente, que muitas pessoas têm aqui no Japão", afirmou ele à imprensa. "Meu apelo ao povo japonês é que eles recebam bem esses atletas", completou o presidente do COI.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário