Últimas Notícias
Brasil

Infectologista defende avaliação do pós-veraneio e da cobertura vacinal para volta às aulas

Para o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Pública em Belém (Sintepp), a proposta defendida pela Secretaria Municipal de Educação (Semec), de retomada das aulas presenciais em setembro, é uma medida um tanto temerosa. De acordo com Miriam Sodré, secretária-geral da entidade, apesar de estar prevista para o final de agosto a vacinação de todos os servidores da educação com a segunda dose, sabe-se que os imunizantes que vem sendo utilizados necessitam de um prazo para garantir total eficácia e segurança aos vacinados.

Imagem: Divulgação/Seduc

Nesta quarta-feira (30), os profissionais de educação de Belém se reunirão em assembleia geral online, agendada pelo Sintepp, para discussão do retorno das aulas presenciais. "A nossa bandeira continua sendo a da retomada das aulas com segurança no pós-pandemia e da vacinação em massa". 

A Semec sinalizou com o retorno presencial em setembro, mas, nós entendemos que a categoria tem que conversar sobre aspectos como o bandeiramento e a vacinação. Entendemos a necessidade do retorno presencial, mas essa decisão envolve a segurança de toda a comunidade escolar", ressaltou.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário