Últimas Notícias
Brasil

Estado libera a 11ª recarga do vale-alimentação escolar e anuncia retorno das aulas presenciais

A partir do próximo dia 05 de julho se inicia o cronograma referente à 11ª e última recarga do vale-alimentação escolar, a começar pela Região de Integração do Guajará, que engloba cinco municípios, incluindo Belém. A distribuição beneficiará os 586 mil alunos matriculados na rede pública estadual de ensino, de forma escalonada, por Região de Integração, contemplando os 144 municípios do Pará. A informação foi dada pelo próprio governador Helder Barbalho, na tarde desta segunda-feira, 28.

Imagem/Divulgação

“Estamos chegando na 11ª recarga, e isso representa um total de 497 milhões de reais do governo do Estado para garantir o alimento dos 586 mil alunos que, neste momento, estão sem aulas presenciais. Iniciaremos no dia 5 de julho pela Região do Guajará, e até o dia 20 de julho, todas as regiões serão contempladas”, afirmou o governador.

O vale-alimentação escolar é uma iniciativa do governo do Estado, implantada em abril de 2020 para assegurar a alimentação dos alunos da rede pública estadual no período de suspensão das aulas presenciais.

CRONOGRAMA

Dia 05/07: Região de Integração do Guajará, formada por Belém, Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara do Pará;

Dia 06/07: Região de Integração do Rio Capim, formada por Abel Figueiredo, Aurora do Pará, Bujaru, Capitão Poço, Concórdia do Pará, Dom Eliseu, Garrafão do Norte, Ipixuna do Pará, Irituia, Mãe do Rio, Nova Esperança do Piriá, Ourém, Paragominas, Rondon do Pará, Tomé-Açu e Ulianópolis;

Dia 07/07: Região de Integração do Tapajós, composta por Aveiro, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, Rurópolis e Trairão;

Dia 08/07: Região de Integração do Tocantins, que abrange Abaetetuba, Acará, Baião, Barcarena, Cametá, Igarapé-Miri, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Moju, Oeiras do Pará e Tailândia;

Dia 09/07: Região de Integração do Araguaia, integrada pelas cidades de Água Azul do Norte, Bannach, Conceição do Araguaia, Cumaru do Norte, Floresta do Araguaia, Ourilândia do Norte, Pau D'Arco, Redenção, Rio Maria, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Sapucaia, Tucumã e Xinguara;

Dia 12/07: Região de Integração do Baixo Amazonas, que tem Alenquer, Almeirim, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Santarém e Terra Santa;

Dia 13/07: Região de Integração de Carajás, integrada por Bom Jesus do Tocantins, Brejo Grande do Araguaia, Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado do Carajás, Marabá, Palestina do Pará, Parauapebas, Piçarra, São Domingos do Araguaia, São Geraldo do Araguaia e São João do Araguaia;

Dia 14/07: Região de Integração do Guamá, formada por Castanhal, Colares, Curuçá, Igarapé-Açu, Inhangapi, Magalhães Barata, Maracanã, Marapanim, Santo Antônio do Tauá, Santa Maria do Pará, Santa Izabel do Pará, São Caetano de Odivelas, São Domingos do Capim, São Francisco do Pará, São João da Ponta, São Miguel do Guamá, Terra Alta e Vigia de Nazaré;

Dia 15/07: Região de Integração Lago de Tucuruí, integrada por Breu Branco, Goianésia do Pará, Itupiranga, Jacundá, Nova Ipixuna, Novo Repartimento e Tucuruí;

Dia 16/07: Região de Integração do Marajó, formada por Afuá, Anajás, Bagre, Breves, Cachoeira do Arari, Chaves, Curralinho, Gurupá, Melgaço, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, Salvaterra, Santa, Cruz do Arari, São Sebastião da Boa Vista e Soure;

Dia 19/07: Região de Integração do Rio Caeté, que tem as cidades de Augusto Corrêa, Bonito, Bragança, Cachoeira do Piriá, Capanema, Nova Timboteua, Peixe-Boi, Primavera, Quatipuru, Salinópolis, Santa Luzia do Pará, Santarém Novo, São João de Pirabas, Tracuateua e Viseu;

Dia 20/07: Região de Integração do Xingu, formada por Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu.

AULAS PRESENCIAIS

Outro anúncio feito por Helder Barbalho diz respeito à retomada das aulas presenciais na rede estadual de ensino no dia 2 de agosto deste ano. “A nossa previsão e planejamento é que esta seja a última recarga, já que estamos nos organizando para o retorno às aulas presenciais no dia 2 de agosto e recuperar o tempo perdido, e assim garantir educação para todos os nossos alunos”, disse Helder Barbalho. 

As aulas presenciais foram suspensas pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) desde o dia 18 de março de 2020 em função da pandemia de covid-19. A Secretaria reforça que a decisão para o plano de retomada está em consonância com estudos científicos, órgãos de saúde e entidades representativas, e obedecerá a todos os protocolos de biossegurança e prevenção à covid-19, para garantir a segurança da comunidade escolar.

Da Redação/Viva Notícias
Fonte: O liberal



« VOLTAR
AVANÇAR »

Nenhum comentário